Violência contra a MULHER é crime, denuncie, ligue 180. Atenciosamente Graça Amorim !!!
 
     Acesso Restrito:
 
   


O grupo foi criado baseado no livro "Mulheres que Amam Demais", de 1985, da autora Robin Norwood, Ed. ARX. A pedagoga e terapeuta familiar Robin Norwood escreveu o livro baseado na sua própria experiência e na experiência de centenas de mulheres envolvidas com dependentes químicos. Ela percebeu um padrão de comportamento comum em todas elas e as chamou de "mulheres que amam demais".

No Brasil o primeiro Grupo MADA foi aberto em São Paulo, por uma mulher casada com um dependente químico que se identificou com a proposta do livro. A primeira reunião do Grupo MADA - Jardins, em São Paulo, foi realizada em 16 de abril de 1994. Em seguida, no Rio de Janeiro, a primeira reunião aconteceu em 06 de julho de 1999. O Grupo MADA cresceu e, atualmente temos mais de 40 reuniões semanais no Brasil distribuídas em 13 Estados e o Distrito Federal, e, 01 reunião em Portugal, em Carcavelos, e 03 reuniões na Venezuela, em Caracas.

As mulheres do Grupo MADA compartilham com as "recém-chegadas" - significado de participar de uma reunião pela primeira vez. Todas passaram por problemas de relacionamento e compreendem o que a recém-chegada sente. O Grupo MADA propõe à mulher recém-chegada que dê ao grupo e dê a si mesma uma chance, assistindo a 06 (seis) reuniões consecutivas, pelo menos, que serão chamadas de "Primeira Vez", mesmo tendo dúvidas sobre se o grupo é o lugar apropriado para a sua recuperação.

Nestas primeiras reuniões a mulher será recebida por diferentes coordenadoras e verá como funciona o Grupo MADA. Tem sido comprovado que seis vezes é um bom tempo para que a recém-chegada possa decidir se existe identificação com a problemática de adicção a pessoas, e, se quer trabalhar sua recuperação no grupo.

A lei Maria da Penha sancionada no dia 07 de Agosto de 2006 estará completando 05 anos no próximo domingo dia 07/08/2011. Foi um passo enorme para que a violência contra a mulher fosse combatida de forma mais eficaz e amparada em lei, vamos continuar lutando para que cada vez mais, mulheres sejam menos violentadas em nosso país.

Se você é uma mulher que está passando por uma questão de violência e quer romper com o silêncio, ligue para 180 ( Central de Atendimento a Mulher), de qualquer lugar do Brasil e a qualquer hora. Você pode ligar para denunciar a violência ou para pedir orientações. Parabéns a todas as mulheres por essa vitória !!! GRAÇA AMORIM - Coordenadora Geral do Mada Pará.




 

:: Copyright @ 2010 Mada Pará. Todos os direitos reservados ::